Crise na Intendente/RJ – Nota da LIESB

Ap√≥s o an√ļncio da desfilia√ß√£o de 8 agremia√ß√Ķes e cria√ß√£o da LIVRES por parte delas, a diretoria da LIESB publicou nota oficial repudiando o ato.

Leia Nota na √ćntegra

“A LIESB (Liga Independente das Escolas de Samba do Brasil) vem a p√ļblico destacar os grandes, relevantes e fundamentais avan√ßos que a institui√ß√£o vem proporcionando nos √ļltimos anos para o Carnaval da Intendente Magalh√£es. A LIESB sempre agiu de maneira transparente com os Presidentes filiados e admiradores do verdadeiro ‘Carnaval do Povo’, por√©m como no Carnaval existe uma disputa, em grande parte das vezes, aqueles que perdem ficam insatisfeitos.

N√£o se pode dar margem a falas mentirosas e tendenciosas com a inten√ß√£o de confundir o mundo do samba, criando assim diverg√™ncias entre as escolas que desfilam da Intendente Magalh√£es. A LIESB entende as manifesta√ß√Ķes que partem de uma minoria insatisfeita com suas posi√ß√Ķes, por√©m mant√©m suas portas abertas ao di√°logo, que √© o melhor caminho para a pr√°tica da democracia e respeito ao estatuto da entidade.

Vale ressaltar o compromisso da LIESB com todas as agremia√ß√Ķes das S√©ries B, C e D, destacando que a mesma √© a leg√≠tima representante realizadora dos desfiles da Intendente Magalh√£es e continuar√° administrando o Carnaval em 2020.

Nossa entidade agradece o apoio que continua recebendo da imensa maioria das escolas filiadas e reafirma que manter√° o ‘modus operandi’ dos anos anteriores.
O grupo contr√°rio tenta de todas as maneiras induzir os sambistas ao erro, afirmando que a escola que foi a √ļltima colocada da S√©rie B em 2019 continuar√° pertencendo ao grupo, indo em dire√ß√£o contr√°ria ao estabelecido em contrato com a Prefeitura do Rio de Janeiro e em desrespeito ao regulamento do Carnaval da S√©rie B. Tamb√©m em conformidade ao regulamento, a campe√£ da S√©rie B da LIESB em 2020 garantir√° o direito de desfilar na S√©rie A em 2021, conforme vem ocorrendo em todos os anos.

Sobre as justificativas do Carnaval de 2019, a LIESB esclarece que as mesmas se encontram dispon√≠veis na sede da entidade e nenhum dos presidentes da agremia√ß√Ķes vinculadas √† suposta nova liga compareceu para requerer c√≥pia.
√Č de conhecimento de todos que, embora a LIESB seja a entidade organizadora dos desfiles, a responsabilidade pela montagem de toda a estrutura do evento, como arquibancadas, som, ilumina√ß√£o, entre outros √© de responsabilidade da Prefeitura do Rio de Janeiro.
No Carnaval 2019 foi iniciado um projeto piloto para transmiss√£o dos desfiles da S√©rie B por parte de uma emissora de TV, que n√£o repassou qualquer valor para a LIESB, inclusive com todos os presidentes concordando com o mesmo, cientes de que n√£o haveria presta√ß√£o pecuni√°ria, por√©m seriam entregues camisas de apoio aos componentes das agremia√ß√Ķes.

O Carnaval da Intendente Magalh√£es √© realizado em via p√ļblica e aberto √† todos os foli√Ķes que tem total liberdade para registrar imagens em foto e v√≠deo, inclusive transmiss√Ķes em tempo real atrav√©s dos mais diversos aplicativos de redes sociais. Especialmente em 2019 foi criado um processo de credenciamento para os ve√≠culos de imprensa com a finalidade de organizar, contribuir e facilitar o trabalho de quem se dedica o ano inteiro para propagar o Carnaval das escolas que passam pela Intendente Magalh√£es.

A proposta da LIESB foi evitar transtornos causados em anos anteriores por ‘aventureiros’ que s√≥ visam transitar na pista de desfiles, comprometendo inclusive a passagem dos desfilantes. √Č importante ressaltar que a nenhum dos ve√≠culos de imprensa foi negado o pedido de credenciamento, inclusive das institui√ß√Ķes que realizam pr√™mios durante o ano, sendo concedidas 115 credenciais a profissionais de 31 ve√≠culos.

A LIESB continuar√° na luta por todas as agremia√ß√Ķes que desfilam na Intendente Magalh√£es e sempre estar√° em busca de avan√ßos importantes como os que vem conseguindo ao longo dos anos.”

Por: Waldir Tavares

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp