Ouro do Brasil! Ouro de Mangueira! Ouro do Samba!

 

Escola de Samba, escola de vida, escola de ouro. E se engana quem achar que escola de samba é apenas uma manifestação popular que visa os 75 minutos na avenida. Quando Ismael Silva junto da Turma do Estácio batizou a Deixa Falar como Escola de Samba, já vislumbrava o poder que o ritmo tem de resgate da ancestralidade, resistência de uma raça e a formação de cidadãos para o mundo.

Na noite desse sábado essa afirmativa se materializou em forma de ouro, quando a seleção brasileira de basquete feminino superou os Estados Unidos por 79 a 73 na final da modalidade nos Jogos Pan-Americanos realizados na cidade de Lima. Triunfo inédito neste século, pois a última conquista data do ano de 1991.

 

 

Erika, Clarissa, Raphaella Monteiro e Isabela Ramona, jogadoras campeãs tem em comum o fato de terem em sua trajetória a passagem pelo Instituto Mangueira do Futuro,projeto que se iniciou no ano de 1994.

 

A iniciativa realizada na Vila Olímpica da Mangueira, já foi reconhecido pela UNESCO como um dos maiores programas sócias do mundo. Inicialmente projetado como um programa esportivo, ao longo do tempo foi aglutinando uma série de outras atividades sempre visando a melhoria e a formação da cidadania.

Parabéns Meninas! Parabéns Mangueira! Parabéns Samba!

Por Douglas São Pedro.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp