RJ – Em Cima da Hora abre última noite de ensaios técnicos da Série Ouro com enredo sobre luta da classe trabalhadora

Famosa pelo histórico samba enredo “Os sertões“, de 1976, a Em Cima da Hora abriu a última noite de ensaios técnicos da Série Ouro, neste sábado, dia 27 de janeiro de 2024.

A Azul e branca da zona norte leva à Sapucaí o enredo “A nossa luta continua !” O tema reafirma a luta da classe operária contra a precarização do trabalho. Os carnavalescos Rodrigo Almeida e Ricardo Hessez, assinam o desenvolvimento artístico do desfile. 

A comissão de Frente, comandada pela recém chegada Luciana Yergos, que já trabalhou em escolas do grupo de elite do carnaval carioca, como Paraíso do Tuiuti, mostrou um pouco do que fará no desfile oficial. 

Estreando com o primeiro pavilhão da agremiação, o casal de  mestre- sala e a porta bandeira, Diego Falcão e Winnie Lopes, dançou com leveza e segurança. 

A escola trouxe um time de estrelas: Victor Marinho, Juliana Marinho, Breno Souza, Rodrigo Félix, Andréa Martins (musa das pinturas) e Marcela Porto (a mulher abacaxi). Além da ala de musas e musos da comunidade: Pauline Avezou, Raphael Phelipe, Lorrete Lee, Amy Rintoul, Calista Reed, Elizabeth Thomaz e  Guilherme Estefanelli.

A francesa Davina, a rainha e a madrinha Ale Jansen, estrearam juntas à frente da Sintonia de Cavalcante e brilharam!

Os ritmistas comandados por Mestre Leo Capoeira mostraram bossas e paradinhas.  

Rafael Tinguinha estava à vontade e embalou a comunidade com samba enredo deste ano.  A obra, feita por encomenda, foi composta por  Richard Valença, Aldir Senna, Marquinho Bombeiro e parceria.

Fundada em 15 de Novembro de 1959 e presidida por Álvaro Lopes, a  Em Cima da Hora será a segunda escola a desfilar no sábado de Carnaval, dia 10 de Fevereiro.

Fotos Alexandre Macieira

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp