RJ – “Respeitem quem quer ir ao samba” diz Lucinha Nobre defendendo a retomada do carnaval

Lucinha Nobre, porta bandeira da Portela, é conhecida por se posicionar quando o assunto é a defesa do Carnaval. A Pentacampeã do Estandarte de Ouro se manifestou nas redes sociais quanto a declaração dada por Martinho da Vila, que defende que Desfiles das escolas de samba precisam ocorrem somente em 2022.

Eu fico passada quando vejo gente ligada a carnaval defendendo que não tenha desfiles, desconsiderando a enorme quantidade de gente que precisa e vive somente do trabalho nos barracões das escolas de samba. Como se não bastasse sermos ignorados pela sociedade, até os que homenageamos e fazem parte do nosso contexto se posicionam publicamente contra nós. É desgastante demais….”, publicou a Porta Bandeira, irmã de Dudu Nobre.

A Dançarina defende que para ter qualquer manifestação que envolva publico no Carnaval, é necessário a descoberta da vacina contra o Covid-19, porém destaca que Escola de Samba é uma Industria e, como qualquer outra, precisa estar funcionando para se manter e manter quem depende das Escolas para sobreviver.

“Precisamos ter vacina, obviamente!!! Mas temos que estar organizados e preparados para que o carnaval aconteça sim e esse papo de que o carnaval de julho atrapalha o de fevereiro só acredita quem não tem nada a ver com carnaval. Me irrita saber que o povo já pode ir a restaurantes, shoppings, trabalho, praias, igrejas, mas todo mundo critica a volta das escolas de samba. Se vc não se sente seguro para ir a uma quadra, fica em casa, assiste em formato de live, mas respeita quem quer ir, seja a trabalho ou diversão. Todo mundo aceita a volta das igrejas então precisam entender que para muitos de nós, o samba é religião, como já bem disse o samba da maior campeã do carnaval“, finalizou.

Lucinha Nobre, que recebeu seu primeiro estandarte aos 14 anos como revelação de 1989, tem a impressionante marca de 69 notas máximas desde 1992, quando assumiu como primeira Porta Bandeira da Mocidade Independente de Padre Miguel.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp