RJ – Viradouro, Beija Flor e a campeã do Carnaval 2022 Grande Rio, encerram a noite

Finalizando a noite de sábado (30), na Marquês de Sapucaí, o desfile das campeãs celebra as escolas que tiveram as melhores colocações. A Acadêmicos da Grande Rio, grande Campeã do carnaval 2022, encerrou a noite de hoje.

Unidos do Viradouro

Na disputa pelo título a Viradouro levou o terceiro lugar, com o enredo “Não Há Tristeza Que Possa Suportar Tanta Alegria” a vermelha e branca de Niterói, passou na avenida celebrando a colocação recebida. Declamando uma carta de amor de um pierrô para uma colombina, fazendo referência a um trecho de uma canção de baile do pré-carnaval de 1919.

Integrantes da escola estavam alegres, a Rainha de Bateria Erika Janusa, passou muito emocionada durante o desfile. Depois do último carnaval, onde a escola foi a grande campeã, se tornou uma das favoritas e hoje ocupa um espaço dentre os grandes nomes do carnaval. Mantendo canto forte, o carro de som sob o comando de Zé Paulo e a bateria de Mestre Ciça passaram levantando a Marquês de Sapucaí.

Foto: Riotur

Beija Flor

A vice campeã do carnaval foi a Beija Flor de Nilópolis, a escola que apresentou o enredo “Empretecer o pensamento é ouvir da voz da Beija-Flor”, celebrou suas raízes e exaltou a negritude. Vibrante com o vice campeonato a azul e branca de Nilópolis veio celebrando a luta, o trabalho, as artes que sofreram um apagamento cultural, a escola trouxe a história que ficou escondida pelos colonizadores europeus

Desenvolvido pelo carnavalesco Alexandre Louzada, a proposta foi fazer um desfile diferente de um enredo afro dialogando com uma linguagem mais moderna. Valorizando a cultura e a tecnologia dos povos africanos. Em seu desfile oficial a escola teve problemas por falta de composições em algumas alegorias, mas desta vez no desfile das campeãs o lapso foi corrigido, subindo todos os destaques e composições antecipadamente em sua segunda alegoria.

Foto: Riotur

Grande Rio

O encerramento da noite ficou por conta da campeã do carnaval, com o enredo “Fala, Majeté! Sete chaves de Exu” a escola de samba Grande Rio, celebrou sua vitória na Marquês de Sapucaí. O primeiro título da tricolor de Caxias no Grupo Especial chegou, e a escola abordou um tema “polêmico” lutando contra o preconceito que religiões de matriz africana sofrem no Brasil, criando consciência sobre o tema apresentado.

Logo em sua abertura, era possível notar um mar de pessoas antes mesmo da comissão de frente, os integrantes estavam radiantes, eufóricos e a sensação de quem assitia, era de uma vitória aclamada por todo povo do carnaval. A grande chance do grito de campeão se solto foi liberada por todos, aclamada a Grande Rio desmistificou o senso comum sobre Exu, uma das entidades mais louvadas das religiões de matriz africana, e repetiu o espetáculo na avenida. Mais uma vez ovacionada com gritos de “é campeã” pelo publico presente, lavando a alma do povo Caxiense.

Foto: Riotur

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp